Ajudantes domiciliárias vão ter carreira valorizada

O Governo Regional vai rever o estatuto e a carreira das ajudantes domiciliárias, para valorizar a profissão, anunciou Miguel Albuquerque.

Miguel Albuquerque anunciou há pouco que o Governo Regional vai avançar para a revisão do estatuto e da carreira das ajudantes domiciliárias na Região, de modo a valorizar as profissionais do sector.

O presidente do Governo Regional falava, nesta segunda-feira à tarde, em Santana, no Lar que é gerido pela Associação Santana Cidade Solidária, durante a cerimónia de entrega de duas viaturas àquela associação.

O líder madeirense considera que «o apoio domiciliário vai ser fundamental para o futuro das populações», sublinhando o empenho do seu Governo «em melhorar a carreira e o estatuto das ajudantes domiciliárias». «É um imperativo! Temos de valorizar e dar mais formação às nossas ajudantes domiciliárias», acrescentou.

«Esta será, no futuro, uma profissão cada vez mais importante, porque é fundamental mantermos as pessoas nas suas próprias residências. Por motivos de ordem psicológica, para se sentirem bem e porque se for possível prestarmos certos cuidados na sua própria casa é muito mais eficaz para a maioria dos que recebem esses cuidados, mas também para a operacionalidade e capacidade de resposta dos próprios serviços sociais», explicou.

Neste sentido, disse, um dos propósitos do Governo Regional «passa por rever a carreira, adaptá-la à realidade regional, no sentido de valorizar esta profissão importantíssima, que vai ter cada vez maior importância no contexto social».

A outro nível, Miguel Albuquerque sublinhou que as viaturas agora entregues irão, nos próximos anos, percorrer muitos quilómetros, lembrando a conclusão da via-expresso entre São Jorge e Santana, que está prevista para final do próximo ano.

Miguel Albuquerque lembrou ainda que a esperança de vida subiu, na Madeira, para os oitenta anos, resultante da melhoria da qualidade de vida.

«O nosso grande desafio é termos capacidade financeira para apoiar as populações mais idosas», salientou, a concluir.

As duas carrinhas hoje entregues vão apoiar a resposta ao nível do Serviço de Apoio Domiciliário - transporte e distribuição de refeições e lavandaria -, assim como as demais respostas sociais desenvolvidas pela instituição.

 

https://www.facebook.com/madeira.gov.pt/posts/2684696741611631