• Lavandaria Social
  • Como se inscrever


Lavandaria Social

O Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) - vertente Lavandaria Social Pública das freguesias de Santana, Faial e São Roque do Faial é uma valência tutelada por esta Instituição, fundada em parceria com o Instituto de Segurança Social da Madeira (ISSM), IP-RAM desde 2003, data de entrada em funcionamento.

O primeiro acordo de cooperação celebrado entre estas duas entidades em 2003 tem na sua última revisão, com o Acordo Atípico n.º 1/2013 de 1 de Agosto de 2013, uma previsão de lotação máxima da valência de 50 lugares, funcionando de segunda a sexta-feira das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

O subsídio mensal atribuído pelo ISSM contempla o apoio prestado a indivíduos de ambos os sexos com idade mínima, preferencialmente, de 65 anos, no que se refere à recolha, lavagem, tratamento e entrega das roupas ao domicílio.

Ao longo do seu funcionamento o número de idosos auxiliados tem oscilado durante os meses de funcionamento, dado que entre os que solicitam o apoio e aqueles que dele prescindem pelas razões previstas no acordo celebrado (falecimento, internamento, desistência…) existe uma variação imprevisível.

A prestação deste serviço implica a sinalização de situações de carência social, visitas ao domicílio, elaboração relatórios sociais, resultado do acompanhamento continuado, e realização de reuniões com entidades competentes, garantindo um trabalho em rede, com o fim último de proporcionar o bem-estar dos utentes.

A partir de Janeiro de 2014, com a entrada em funcionamento da unidade Lar de Idosos de Santana, a Lavandaria Social Pública foi transferida para aquele equipamento por forma a dotar este serviço de uma maior e melhor capacidade de resposta e de qualidade do serviço.


Como se inscrever

Pode candidatar-se junto dos serviços de Segurança Social mediante preenchimento do respetivo formulário de candidatura. Podem requerer este serviço pessoas de ambos os sexos, com idade mínima preferencialmente de 65 anos, residentes nas freguesias do Concelho de Santana.

Admitem-se ainda, em casos devidamente fundamentados, outros cidadãos adultos com idades inferiores em situação de maior risco de perda de independência ou de autonomia.